Em 1928, Mário de Andrade, ícone do modernismo brasileiro, poeta, intelectual e primeiro Secretário de Cultura de São Paulo, lançou um desafio ao escrever que a força criativa da cultura brasileira perdia sua identidade no intercâmbio com a Europa. Mário teria muito a contribuir para o seminário conclusivo final do nosso projeto de pesquisa A Arte do Intercâmbio Cultural. Interpelando  nosso entendimento do intercâmbio cultural como um ato de tradução mútua ele nos proporia questionar o que acontece quando artistas trocam ideias e práticas entre contextos culturais diferentes. O que se perde? O que se aprende ou, ainda melhor, o que se ganha? O que se transforma naqueles  que se envolvem  no esforço de tradução? Se tradução,  como se diz, tradução é traição, como entender a importância das lacunas e perdas que ocorrem nesse processo?
A Arte do Intercâmbio Cultural, uma pesquisa colaborativa entre a Queen Mary University of London e a Universidade Federal do Rio de Janeiro se empenhou  em investigar as transformações promovidas através de processos de intercâmbio artístico entre o Reino Unido e o Brasil,  no período de 2012 a 2016. O foco  específico do trabalho foram as organizações e projetos artísticos surgidos em territórios periféricos,  o que nos ajuda a questionar  os caminhos pelos quais a arte e a cultura , em suas várias expressões,  podem possibilitar novas trocas, tanto dentro do país  como com o exterior. Mário talvez aprovasse nossa tentativa de procurar práticas artísticas que são ao mesmo tempo sociais, territoriais e engajadas na construção de comunidades, cidades e, talvez, até,  de universos mais abrangentes. Suspeito que ele concordaria com a nossa  percepção de que, nesses intercâmbios entre o Reino Unido e o Brasil, artistas de lá e de cá, puderam  desenvolver seu trabalho criativo , redefinindo, mas não abrindo mão, de suas identidades.

Debate: Riscos e Aventuras nos Intercâmbios Culturais

Debate: O Lugar da Arte na Cidade

Debate: Traduções, Transgressões e Transformações em Intercâmbios Culturais

Seminário: A Arte do Intercâmbio Cultural 2016